quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Toda Linha Tem o Seu Fim

Na hora de se criar uma história, acredito que as partes mais complicadas sejam o começo e o fim.

São complicadas porque são, de certa forma, as partes mais importantes de um texto. Um começo tem que ser atrativo, tem que conter elementos que além de convidar o leitor a embarcar naquelas linhas, cria-se a partir daí uma base que irá se desenvolver conforme o desenrolar da história.

O final é o mais difícil, porque é a resolução e principalmente a conclusão de toda aquela estrutura que você criou. E precisa ser um ótimo final, um final digno de toda a história criada. Um final que sintetize tudo que se viveu lá, o que se viu, o que se aprendeu, e que termine com uma conclusão. Pode ser esteticamente bonita, tecnicamente útil, e/ou emocionalmente compensador.

Mas, e quando na vida real nós damos um começo a um desejo, mas este mesmo desejo acaba sofrendo desgastes perdendo-se dentro de si mesmo, fazendo com que o prazer de se executá-lo acabe virando uma obrigação, e no fim das contas, nos vemos obrigados a dar um final para ele?

Há algum tempo, há cerca de três semanas, já andava pensando sobre isso. Já não era mais a mesma coisa. Não era mais a cara do meu atual desejo. Não era mais prazeroso. Não era mais eu.

E decidi: vou por um ponto final nessa história. Vou me retirar. Vou buscar novos caminhos. Vou voltar para o meu mundo.

E por isso, agora anuncio: este autor está com as malas prontas para uma viagem rumo a uma ilha deserta. E com a chave na mão para fechar esta casa.

Esta casa, que foi construída minuciosamente por dias a fio, cujas paredes pretas foram testemunhas de várias criticas, vários delírios, várias sessões nostalgia, casos, tempestades, pensamentos, reflexões, fortes comentários, comentários inúteis, comentários polêmicos, grandes parceiros e grandes desabafos.

Queria dizer muita coisa, agradecer a todos que colaboraram neste espaço, como a Pequena Gi, o Amnésico, o Diego, a Mila, o Wander, e a todos aqueles que divulgaram o link do blog, aos que me premiaram com seus selos, ou que simplesmente apareceram por aqui ora assiduamente ora entre longos espaços de tempo para opinar de forma inteligente os assuntos postados.

E a você, R Lima, o primeiro a me incentivar desde a 1º postagem, e a minha maior base para que eu chegasse até aqui, obrigado por tudo, e pode ter certeza que eu continuarei a prestigiar o seu Avesso, que me faz tão bem. Aos outros parceiros também continuarei freqüentando, pois cada um tem o seu estilo e a cada postagem nova, um assunto mais interessante.

E a todos os leitores, também um muito obrigado por parar alguns de seus minutos para ler este espaço aqui.

E é isso, a partir de agora, o “Em Linhas...” se despede da blogosfera. É claro que ele não morrerá, continuará aqui, intacto, do jeito que estou deixando ao sair dele. Quem sabe, num dia em que meu coração pedir, eu volto para esta casa, mais maduro, com mais histórias para contar...

Mas ai, será o inicio de novas linhas. À estas, como são atualmente, encerro hoje com um ponto final.

Porque no fim das contas, toda linha que começa, independente do seu tamanho, independente do seu impacto e da sua profundidade, sempre terá o seu fim.

Mas, como detesto pontos finais, prefiro encerrar com reticências...

Então, a você, a todos que leram estas linhas, um muito obrigado.

E até uma próxima estação...

FOTO: http://www.webalice.it/daniele.labieni/Image1.jpg%20SOLITARIO.jpg

31 comentários:

Wander Veroni disse...

Oi, Danilo!

Mais um blog interessante que sai da blogsfera. É chato a despedida, mas ela se faz necessário para dar início a uma nova jornada, um novo começo. Espero que um dia vc volte a blogsfera como produtor de conteúdo e que permaneça, sempre que possível, e também nos visitando para não perdemos contato.

O Marcelo Leite, do blog Saco de Filó, escreveu um texto sobre blogs q saem da blogsfera. Lembrei disso na hora q vc começou a escrever. Obrigado por citar-me no seu texto, amigo. Saiba tb q vc é um blogueiro e parceiro que vai fazer falta pela qualidade das suas opiniões e conteúdo.

Boa sorte e até mais!

Abraço,

=]
__________________________
http://cafecomnoticias.blogspot.com

Diego Moretto disse...

Caramba, venho receber um comunicado e me deparo com uma despedida como essa. Que isso rapaz? Pq? Até te entendo, pq passei uma fase brigado com meu blog, mas sempre nós, seres pensantes da humanidade, temos algo na ponta da lingua para falar. Tenta voltar ao menos 1 vez no mes, deixe uma postagem daquelas que só vc consegue: que instiga, que polemiza, que nos faz rir, que nos faz recordar.... é amigão, vc consegue isso. Eu ja pensei muito em sair da bloggosfera, mas este cantinho é meu refúgio. Adoro os amigos que fiz e adoro participar disso tudo. Acredito que vc não ficará muito tempo afastado tbm. Se precisa de um tempo, ok, é entendido. Refresque em sua ilha e pense bem. Esperamos, de braaços e dedos abertos, sua volta. Boa sorte nessa sua tragetória e veremos no que vai dar brother. Boa Sorte e estareisempre aqui, com um post novo loco por um comentário seu.
Abração fera, se cuida!! =D

R Lima disse...

Moço que eu poderia dizer de tudo isso aqui? Que eu poderia dizer de tamanha coincidência.. hoje anuncio o fim do AveSSo. E hoje mesmo venho, de fato, ler o que me anunciou no dia 10. Eu mesmo que tanto te elogiei (obrigado de coração pela citação... não fiz nada que estimular o que em você é grande.., a sua capacidade de pensar e ir além) venho hoje concordar inteiramente com suas palavras.

A mudança pensada, organizada e por fim anunciada vem com um claro sentido de perda, mas também com um desejo maior de esperança... do novo... do ganho aos dias, aos sabores... a vida.

Vida, tão complexa né amigo? mas nem ao menos boa de ser vivida, prensada e aprendida.

Aprendo muito contigo e com tantos outros blogs bons e olha que eu sou chato e exigente.. só retribuo comentários e só frequentos casas que me deixam à vontade.. que me instigam.

Bom sempre te ler.. e se algum dia voltar me avisa.. te acompanharei por onde andares... e como um bom amigo (pretencioso eu...) quero seu melhor..

como neste momento o meu melhor é ir.

Abçs.. sentirei saudades velho das suas sempre boas palavras.

Té,




Texto de hoje: o fiM...

Visite e Comente... http://oavessodavida.blogspot.com/

O AveSSo dA ViDa - um blog onde os relatos são fictícios e, por vezes, bem reais...

o amnésico disse...

Acertou na mosca de novo, pois andei pensando em matar o meu blog também; depois decidi deixá-lo ir de morte natural...

Mesmo entendendo seu desejo de tomar novos rumos, não posso deixar de lamentar sua decisão: certamente serei um dos muitos que irão vez por outra procurar novidades suas, apenas para ver essa mensagem de despedida! Bem, foi ótimo enquanto durou (e menos mal que continuará por aqui, para lembramos de seu talento e sensibilidade); sucesso nos novos caminhos e, se puder, apareça de vez em quando: será sempre muito bem-vindo!


De um seu admirador sincero, relapso e amnésico...

;)

Stanley Marques disse...

Tem selo pra você no Antologia Racional: www.antologiaracional.com

Abraços!

Fada disse...

Poxaaaaaaaaaa mas um blog q se vai!!!!!

Será que é algum virus solto por aí!!!..rs

Querido amigo, tomara q sua partida não seja definitiva.

bjs mil e sucesso

Viviane Righi disse...

Ah...não!!! Eu estava gostando tanto do seu blog... Neste post mesmo, a leitura começou criando em mim uma expectativa tão positiva, mas levei um susto ao chegar no meio e constatar o fim!!! Por favor, não deixe este espaço, continue por aqui... Seu blog é muito bom. Fará muita falta.
Abraços e boa sorte!

Iaiá disse...

Até a próxima, cara! Boas férias! :)

Se ainda interessar, tem conselho novo pra todo lado lá no blog! =]

Pequena Gi disse...

Bem, muito tempo depois eu passo por aqui...

O sede também acabou... sim, pq ninguém vai mais lá nem p/ ver se eu estou viva. E tem meses que eu n posto. E por isso, te compreendo... entendo e te digo: Voa alto, branquinho, pra outros horizontes, pq vc pode!

Força e boa sorte sempre!!

Bjos, e por aqui, até um dia!

• paloma disse...

Ohhh não :~
eu nao vinha sempre aqui, mas fico triste que tenha acabado :/

dá um tempo pra ti mesmo e volta logo
;D

beijo :**

Euzer Lopes disse...

Vou ficar esperando você, meu querido, quando estiver em outro começo, ou recomeço.

SouMusic disse...

Não acredito que depois de algum tempo sem aqui passar, me deparo com essa noticia.

Já lhe disse, em outras oportunidades, outros comentarios, o quanto gosto da sua maneira de escrever. O quanto gosto dos seus textos. Tanto que um deles faz parte do meu perfil, alem de ter um feed do blog no meu orkut.

Enfim, meu desejo inicial era dizer que você não devia fazer isso, etc, etc etc... Não vou fazê-lo. Acho que você deve saber a razão para tomar essa atitude.

No entanto, penso que este blog ainda voltará a ser atualizado. Afinal de contas, uma linha é feita de "infinitos" pontos.

Pois bem, Danilo, quero te desejar sorte na vida e, quem sabe, não seja esta uma oportunidade de virar um LEITOR do Em Linhas, e pereber toda vivencia e experiência contida nele e soma-la a outras vivencias e passá-lo para um papel...

Com pesar, aguarda mais linhas deste blog.

Abração!!!!

[ rod ] disse...

Venha conferir o início de tudo.

Venha sentir o gosto dos meus...

Traga também os seus.

O AveSSo dA ViDa agora se chama dogMas.


dogMas...
dos atos, fatos e mitos...

http://do-gmas.blogspot.com/

Thyago David. disse...

Ow.. concordo com os comentários aqui de cima,
conheci esse blogger agora e já vai aposentando.
hehe

Nada rapaz, fique mais..
nos deixe ter mais algo bom pra ler.. ;D

Obrigado pela visita.
Abraço.

Ultra Violet disse...

Que azar, agora que me deparo com essas linhas, elas acabam assim.

Mas entendo , às vezes é difícil continuar. Enfim, é uma pena, porque escreves muito bem.

Bjs.

Rodrigo Yoshizumi disse...

fala, Danilo!

vim p/ agradecer o seu comentário lá no meu blog! e também para lamentar o fim do seu...

mas vc encerrou com um post ótimo! como vc mesmo citou, o fim deve sintetizar toda a história, de maneira "esteticamente bonita, tecnicamente útil, e/ou emocionalmente compensador".

e acho que vc fez jus a isso! hahah!

espero que volte à blogosfera algum dia desses aí!

abraço! boa semana!

Wagner L. Moreno disse...

disse tudo... o inicio tem q cativar, ser interessante e um mau final pode acabar com um bom texto!

http://infocasa.blogspot.com

Felipe Lucchesi disse...

Lá vem o Felipe discordar(um pouco apenas).
Não acho o começo e fim importantes.Quer dizer...não mais importantes.
Tem textos,que eu me interesso do meio para o fim.

Felipe Lucchesi disse...

Você quer trocar link comigo?? Abraços !

Marco Antonio disse...

Logo agora? Acabei de conhecê-lo...

ลndreia disse...

É mesmo assim: o início e o fim são possuidores de toda a força para mudar! *

Yussef disse...

As mudanças são a tônica da vida.
Mudar-se para melhor é o que todos sempre almejam.

Vá.
Mas volte.
O retorno também é uma mudança.

Abraços

Guiovan Coimbra de Oliveira disse...

OBRIGADO POR SUA VISITA!!!!
QUE PENA...
VC PARTIR...
MAIS TUDO BEM... A VIDA TEM DESSAS...
MAIS EMFIM...
COMO SOU NOVO POR AQUI...
POSSO ME DELICIAR COM AS COISAS ANTIGAS!!!!

FORTE ABRAÇO!!!!

BOA SORTE AI NA ESTRADA...

Martha M. disse...

Então você também vai criando conforme escreve?

O finzinho é a melhor parte, tanto para quem escreve quanto para quem lê.

Seu blog tem magia, escolheu fotos e letras certas, que combinam.

Adorei!

Felipe Lucchesi disse...

Oi! Também achei seu blog muito legal viu?! Vou add ao meu!
Abração!

Camis disse...

Poxa, primeira vez que passava por aqui e tinha achado o blog ótimo :/

www.teoria-do-playmobil.blogspot.com

Rafael disse...

Poxa, que pena! Quem sabe depois vc não volta...
Abraço

Felipe Lucchesi disse...

Não, não faça isso! Atualize quando puder, mas nos deixe com a possibilidade de lermos e relermos seus ótimos textos.

Cristiano Contreiras disse...

Oi, Danilo. Ótimo contexto do blog, gostei e por isso seguirei aqui, abraço

J.Yang disse...

Nos conhecemos a pouco tempo né?
Já tinha visto o seu outro blog e aí resolvi vir nesse e puff!
Cheguei bem na hora da despedida, logo eu que odeio despedidas e não sei dizer adeus.
E é por não dizer adeus que direi um até, na promessa de ler aos poucos as histórias que deixou para trás.
Uma boa sorte, qualquer que seja o seu novo projeto, ou até mesmo se não houver projeto algum.
Beijos

http://songclothes.blogspot.com

Abraão Vitoriano disse...

seu pensar
é grande
bonito!

beijos,
do menino-homem
cá voltarei...


fique com Deus,
e continuemos...